No mundo da moda  todas as peças de roupa, acessórios e afins  são criteriosamente avaliadas para que demonstrem beleza, criatividade, originalidade, entre outros elementos que levam um design a ser amado ou simplesmente esquecido. Disto isto, House Of Gucci é um filme que pode ser comparado a um lindo vestido, mas feito com materiais de péssimas qualidades. 

 O longa que  foi lançado em 25 de novembro de 2021  e dirigido por Ridley Scott , foi inspirado no livro ‘Casa Gucci: Uma história de glamour, ganância, loucura e morte' – escrito por Sara Gay Forden conta a história do assassinato de Maurizio Gucci (interpretado por Adam Douglas) que foi assassinado na calçada de seu escritório a mando de sua esposa Patrizia Reggiani Martinelli (interpretada por Lady). Além de mostrar dramas familiares dos Gucci e a formação, os problemas desta marca que é sinônimo da alta moda atualmente. 

 Com isto, irei citar alguns pontos fortes e negativos que fazem com que o filme não seja considerado uma alta- costura.

Roteiro: 

  O roteiro me pareceu extremamente curto, senti por diversas vezes que precisava explorar mais determinados temas abordados no filme, mas que no fim não tinham um desfecho lógico, ficando no ar, sem respostas.

  Além disso, uma grande gafe cometida no longa, foi não colocarem as duas que o casal teve na obra cinematográfica, no filme eles tem somente uma filha, não que seja errado realizar alterações em adaptações, mas quando se trata de uma história verídica é sempre  bom colocar a base dos fatos, e mudar a estrutura familiar do casal, ao meu ver é um grande prejuízo para a história, uma vez que não passa a realidade vivida por eles.   

Montagem/Edição: 

  O foto do roteiro ser um pouco curto, prejudica diretamente na montagem do  longa. Por diversas vezes as cenas não parecem se interligar, além de terminarem do nado. Você fica com a sensação de quero mais, mas o mais não chega, o que deixa muito frustrante. Parecia que estavam correndo em uma maratona para contar logo a história.

Trilha sonoro: 

A trilha sonora foi algo que deixou bastante a desejar, não que as músicas não fossem boas, mas não ornou com totalidade com o filme. Além disso, Heart Of Glass de Blondie tocou tanto entre as cenas que por vezes achei que o disco estivesse arranhado.

Fotografia: 

  Temos aqui um excelente ponto a destacar: A fotografia é simplesmente impecável, ela consegue traduzir muito bem o filme, na qual se ambienta entre as décadas de 70 a 90. As palhetas de cores remetem muito bem ao período, além de trazer um ar de sutileza, mas meio mórbida ao mesmo tempo.

Atores:

 House Of Gucci contou com um elenco de peso, entre eles estão nomes como Lady Gaga, Adam Driver e Jared Leto. Apesar de entregarem excelentes atuações como foi o caso de Lady Gaga no papel  Patrizia Reggiani Martinelli, que simplesmente entregou tudo na atuação, quem estava na dúvida se Gaga era uma boa atrás, mesmo após a cantora ter atuado em outras obras cinematográficas como ‘Nasce uma estrela’ ou ‘american horror story’ neste não resta dúvidas que ela sabe o que está fazendo e fazendo muito bem, por sinal. Seus trejeitos e o sotaque que  ele trouxe para as telonas foram o ponto chave, por vezes esqueci que era Lady Gaga, e embarcava na sua personagem. 

 Outro a se destacar em seu papel foi Jared Leto que atuou com excelência no papel de Paolo Gucci, eu quase não o reconheci, isto também se dá a excelente caracterização que Leto teve. 

 Por outro lado, a atuação de  Adam Driver foi mediana comparado a papéis anteriores que ele já fez, tal como kylo ren, em Star Wars, nesse ele consegue retratar bem a personalidade de seu personagem, mas faltou mais emoção em suas falas, talvez seja por de mais um pouco de direção de seu personagem. Mas voltado, apesar das excelentes atuações, o filme não consegue se manter forte.  

Direção:

O longa é dirigido por Ridley Scott que é considerado um renomado diretor e produtor. Contudo em casa Casa Gucci sua direção deixou a desejar em diversos aspectos, um deles é a falta de norte que o filme nos passa, como citado anteriormente o filme é tem várias cenas que visivelmente poderia ser mais detalhada como no caso das filhas de Maurizio Gucci com Patrizia Reggiani Martinelli.

Caracterização:

E falar de um filme que trata da famosa e renomada Gucci e não falar da caracterização, é quase um pecado. Neste item não há somente elogios, todos os figurinos são de excelentes escolhas e representam muito bem a personalidade de cada personagem. Um dos vestidos, que embora parece simples, mas passa um ar de bom gosto, é o vestido de noiva usado por Lady Gaga. Além disso, a caracterização de Jared Leto é impecável, ele ficou irreconhecível. 

Portanto, House Of Gucci é um bom filme que você consegue assistir sem sentir o tempo passar em suas 2h 38m de duração, porém há diversos fatores que fazem com que o filme não se torne extraordinário, apesar de possuir vários elementos  que o tomariam um atlética peça  Gucci, mas que no final não se tornou uma peça digna de um fashion week, que é em comparação um Oscar da moda.