play_arrow
Assista ao trailer: O Poderoso Chefinho - De Volta Aos Negócios Trailer Oficial Netflix 2018
videocam

Depois do grande sucesso do longa de animação O Poderoso Chefinho da Dreamworks, a Netflix, em parceria com a produtora da animação, resolveu criar uma série baseada nas aventuras do bebê mais mandão do cinema e toda a sua turma. A primeira temporada estreou com 13 episódios, e cada um tem duração de 24 minutos.

A história da série acontece exatamente no ponto onde o filme terminou. Ficamos sabendo que mesmo indo para uma família, o Chefinho continua como agente de campo da Baby Corp. Dessa vez, além dos seus subordinados- os bebês dos vizinhos que também fazem parte da Baby Corp e formam a equipe do protagonista- Tim Templeton, o irmão do Chefinho, também o ajuda nas missões, e seu nome é "bebê homem".

O roteiro é bem simples, na verdade, achei mais infantil do que a animação. No entanto, é algo que consegue atingir tanto as crianças como os adultos, porque tem umas piadas super inteligentes sobre o mundo dos negócios e sobre o capitalismo, coisas que só os adultos entendem. A série só segue o humor inteligente que já foi bem trabalhado no filme. Só que dessa vez, o roteiro consegue explorar melhor cada personagem. Dificilmente nós vimos no filme a relação que o Chefinho tem com a família, algo que aqui foi extremamente abordado. Eu considero isso bastante positivo, porque conseguimos entender melhor como funciona a empresa comandada por bebês, e também pudemos entender a personalidade de cada mini pessoa. Os personagens são incríveis e super hilários. Exceto o vilão. Nossa, que vilão péssimo! Sem motivação autêntica e nenhum pingo de carisma. Pareceu ser um dos vilões da DC nos cinemas.

Na minha opinião, o que vai prender as crianças no sofá/cama é o design. A qualidade das animações da Dreamworks são inquestionáveis. A fotografia é muita linda, nesse caso muito fofa. Tudo é muito colorido e vibrante. Fora que os episódios são curtos e a quantidade também é pouca. A linguagem também é algo fácil, mesmo nos momentos em que o Chefinho apresenta questões que são utilizadas no mundo dos negócios. Mas eles souberam trabalhar bem a dinâmica das cenas, e eu acredito que as crianças vão gostar, assim como os adultos.

As lições são estritamente colocadas, de forma que nós possamos nos emocionar e nos envolver com o "dilema" dos personagens. A bandeira da parceria entre irmãos é o centro da trama, que mescla muito bem a importância da família nas nossas vidas. No mais, a série é muito divertida, tem boas mensagens, é dinâmica, colorida, curtinha, e tem um humor típico das animações da Dreamworks, que eu sou completamente apaixonada. É um bom programa para se fazer com a família.