'The Silent Sea' ou "O Mar de Tranquilidade", desde que foi anunciado causou muita expectativa e também muito furor. Isso se deve, pelo K-Drama ter grandes estrelas em seu elenco como Gong Yoo (Goblin e Round 6 ), Bae Doona (Sense 8) e Lee Joon (Bulgasal: Immortal Souls).

A história de Hwang Dong Hyuk, está no comando de Choi Hang Yong, um estreante na direção e conta como é que uma tripulação de astronautas, tem como missão ir à Lua, para um laboratório de pesquisa abandonado coletar uma amostra importante que poderia ajudar o mundo a sair da crise ambiental em que a Terra se encontra. No entanto, nada é tão simples quanto parece.

A tribulação descobrindo os mistérios por trás de toda a fachada de mentira

A Trama 

Num futuro próximo, a Terra está a ser ameaçada pela desertificação e a água a transformar-se num bem escasso, tendo que ser racionada, fazendo com que o mundo lide com uma crise hídrica e inicie uma corrida espacial para obter o liquido mais valioso, água.

A Coreia do Sul deu um passo a frente dessa corrida montando uma base de estudos e pesquisas na lua, porém misteriosamente, todos nessa Base Lunar acabam morrendo e o projeto é desativado, sem nenhuma explicação viável a população e nem mesmo aos familiares das vítimas.

Cinco anos após o ocorrido, o governo envia uma missão à lua, onde os membros da nova tripulação são encarregados de recuperar umas misteriosas amostras. Nada é falado sobre as amostras ou sobre a causa da desativação da base, somente o local aonde estão.

Lá chegados, os astronautas vêem que os cientistas da estação, não haviam morrido com radiação, como todos teorizavam e sim eles morreram afogados. Embora não houvessem vestígios do liquido na cena, ficou muito claro que os cientistas  tinham descoberto água na lua.

Eles não sãos os primeiros a tentarem entrar na base

Roteiro

A premissa de The Silent Sea, trabalha em cima de vários estereótipos da Ficção Cientifica: a humanidade em perigo, a escassez de recursos graças a ganância da humanidade, o jogo de poder onde os mais ricos tem acesso a melhor agua e em abundancia e, obviamente,  a missão espacial que a poderá nos salvar.

Temos também, os astronautas náufragos, a estação onde ocorreu uma catástrofe um grande enigma a ser desvendado e,  os traidores infiltrados na equipe. Tudo isso somado a um visual impressionante, das paisagens lunares à concepção da enorme e labiríntica estação.

Talvez a parte mais problemática da trama, é que ela é  menos cuidadosa com alguns argumentos, deixando algumas coisas confusas, mal explicadas ou mesmo inexplicadas, Como por exemplo: onde e como foi encontrada a água? ou ainda de quem são os clones usados nas experiências, são crianças que foi na viagem ou nasceram na lua? Apesar dessas questões o K-drama consegue manter-nos entretidos até ao fim, querendo saber mais e mais daquele mistério.

o verdadeiro poder da água

Fotografia

Uma das grande estrelas de The Silent Sea  são definitivamente é a fotografia, ambientação e efeitos especiais. Sendo todo ambientado literalmente na paisagem da lua, somos presenteados com uma paisagem que parece muito natural. O apreço aos detalhes não são despercebidos! 

 É incrível como desde do momento em que eles pisam na nave tudo é extremamente bem feito, a caminhada deles em uma superfície sem gravidade, as luzes (ou a ausência) que ditam atmosfera da cena, os figurinos espaciais e construção de cenários nos guiam a uma imersão sem volta, enfatizando sentimentos como o medo do desconhecido e do mistério que os cercam conforme os episódios avançam.

A paisagem lunar é um encanto a part

Veredito

Em apenas 8 episódios (de menos de 1 hora cada), narrativa de The Silent Sea se transcreve de forma extremamente fluída, sem tempo para enrolar, os episódios passam voando e chega ser impossível não maratonar.

 É através desse um enredo misterioso e cheio de surpresas que somos jogados a um oceano de emoções, onde por baixo de toda trama que envolve elementos de suspense e ficção-científica podemos ver um sutil estudo sobre a consciência humana.

Somos lembrados até que pondo a humanidade pode chegar, não importa se uma descoberta, é capaz de salvar a humanidade, os perigos que ela carrega não são nada páreos ao o que a humanidade realmente é capaz de fazer. Mais uma vez o roteiro aborda o egocentrismo do ser humano munido de poder em desvalorizar a vida a bel prazer.