A Netflix lançou recentemente uma nova animação que traz de volta o criador de Os Simpsons e Futurama: Matt Groening.

Desencanto traz aventuras divertidas mantendo a pegada de Groening, que inclui o humor ácido, as críticas sociais atemporais e os traços dos personagens. A série também meio que forma um triângulo muito bem equilibrado. Pois se Os Simpsons representa o nosso presente e Futurama o nosso futuro, Desencanto é o nosso passado.

Nessa matéria super especial vamos conferir as semelhanças entre essas três séries, além das diferenças e principalmente as referências e teorias que conectam todos esses mundos.

Então, vale ressaltar que a partir deste ponto, há spoilers.

Nessa nova série, conhecemos a Bin, uma princesa medieval que contraria totalmente o estereótipo e que ao invés de viver aquela vida clássica de casamentos arranjados, sai em busca de uma vida de bebedeira, aventuras e safadagens. Uma personagem feminina que chega chutando a porta. Logo, temos seus 2 companheiros de aventuras. Um elfo que chama Elfo e que abandona sua terra de pura alegria, seu reino encantado dos elfos para viver num mundo miserável dos humanos e Luci, um demônio que vai influenciar  Bin a fazer todo tipo de loucura e coisas ruins.

A série traz uma perspectiva feminina muito diferente. Começando com a protagonista que não é estereotipada nem para o lado da princesa e nem pro lado desconstruído e inconsequente.  Ela está em um meio termo que é bem interessante. Desencanto também fala sobre se encaixar numa sociedade problemática, os desafios de você ter uma conduta correta em um mundo corrompido. Ela também discute classes sociais e sistemas econômicos, críticas a manipulação televisiva e entretenimento, além de relativizar o certo e o errado.

A pegada da série é se passar em um tempo diferente do nosso para poder mostrar situações que teoricamente são medievais para fazer uma referência a coisas que acontecem até hoje na nossa sociedade. É claro que a nova série tem muitas conexões e coisas parecidas com as séries irmãs, mas antes de falar disso,vamos ver as coisas que diferencia ela das outras.

AS DIFERENÇAS

Simpsons tem tramas fechadas que começam e terminam no mesmo episódio e isso é diferente em Desencanto, que segue uma linha narrativa mais clara e que progride com o passar dos episódios, onde os  acontecimentos geram consequências para as histórias seguintes, inclusive, alguns episódios já terminam com ganchos.

A causa disso é muito clara e simples. Simpsons e Futurama foram pensadas para o formato clássico de televisão, com uma distribuição semanal de episódios inéditos;  já desencanto é um puro produto com formato netflix.

Outra diferença é o tempo de duração dos episódios, já que desencanto não precisa cumprir intervalos de uma programação de tv, como Os Simpsons faz, tendo apenas 22 minutos, aqui a equipe de Groening teve liberdade para colocar o tempo que precisar e é por isso que o primeiro episódio de desencanto tem mais de 30 minutos e todos os episódios extrapolam esse tempo de 22 minutos que Simpsons precisam respeitar na televisão.

O humor de Desencanto é diferente do praticado pelos Simpsons. A série amarela tem muitas piadas focadas no público norte-americano, falando no contexto deles e do país deles, além de fazer muitas piadas políticas e referências que estão acontecendo nesse contexto mundial da política. Já desencanto faz um humor mais abrangente, universal. as brincadeiras são com coisas cotidianas e críticas são gerais.

O ritmo das séries também é diferente. Simpsons tem uma marca registrada que é uma piada atrás da outra, um ritmo mais ágil. Desencanto vai mais devagar no passo, tem várias piadas , mas elas estão mais espaçadas. Eles tomam mais tempo para desenvolver a narrativa.

Desencanto apesar de conter suas críticas sociais, é focada no tom aventuresco, igual Futurama, enquanto Os Simpsons faz analogias em uma pegada mais filosófica.

Desencanto foca muito no trio principal - Bin, Luci e Elfo -, enquanto Simpsons tem vários episódios focados em outros personagens.

AS SEMELHANÇAS

A primeira coisa que chama a atenção por ser muito evidente, é sem dúvida o traço e a modelagem dos personagens. Isso inclusive levantou hipóteses sobre pequenas referências que estariam escondidas na série, como um elfo que é muito parecido com a Lisa. Apesar disso, essa semelhança acontece porque o estilo gráfico é parecido, ou seja, nada além de coincidências

.

Agora vamos as teorias malucas. O Elfo pode ter sido inspirado no Bart. Assim como os Simpsons criam um contraste entre a pureza da infância e os atos do Bart que são um absurdo, desencanto cria esse mesmo contraste apresentando um elfo que cansou de ser feliz e puro e decide sair pelo mundo atrás de sofrimento e miséria, passando inclusive a adquirir atos terríveis como mentir, roubar e matar. Talvez o fato das roupas e fisionomia dos personagens serem muito parecidas seja uma pista dos criadores.

Outro detalhe interessante é que assim como Bart, o Elfo sofre todo tipo de violência verbal e até física. Outra semelhança que os fãs de Simpsons sentiram aos assistir desencanto é a estrutura de cada um dos episódios. Nos Simpsons um acontecimento qualquer leva nossos personagens a entrar em um conflito e a partir desse conflito que a narrativa se desenvolve e assim o episódio segue. Em desencanto é assim que acontece.

Assim como em Os Simpsons, os personagens apesar de carregarem arquétipos - caberem em uma caixinha preconcebida  - do pai desleixado, da mãe ultra protetora, do filho louco, eles sempre são coisas a mais. Por exemplo, o Luci. Ele é o demônio, só que muitas vezes ajuda seus amigos; ou o Homer, que apesar de ser pai desleixado e desconectado com a paternidade, muitas vezes ajuda seus filhos e é um pai protetor e carinhoso.

A principal semelhança entre todas as séries de Groening é justamente usar cenários fictícios para falar de coisas que estão acontecendo na nossa sociedade, e ele é muito bom nisso.

AS  REFERÊNCIAS

Em Desencanto a gente vê uma coruja com três olhos, além do primeiro ministro do reino, e isso faz a gente lembrar do peixe Blink lá de Springfield. Vale lembrar que o peixe e alguns outros animais que aparecem em Simpsons tem essa mutação justamente por conta da radiação.

Já no primeiro episódio de Desencanto, enquanto os personagens estão fugindo, aparece lá ao fundo uma nave que parece pertencer ao universo de Futurama. E retomando sobre o que falamos da semelhança dos traços e dos modelos dos personagens.. existe um momento marcante de Desencanto onde temos uma "prova" cabal dessa referência.

Como verá na foto abaixo, é impossível negar que a peruca segue exatamente o modelo de cabelo do Fry, de Futurama.

A gente pode ver pelo menos duas referências mais claras a Game of thrones fora o universo todo o universo medieval. A primeira delas é óbvia. O trono de ferro.  

A outra referência é o próprio visual da Bin que se assemelha com a de Daenerys.

Há também uma fada prostituta que brinca com o visual da Sininho de Peter-Pan.

Agora vamos a maior referência de todas!! A referência que explodiu a cabeça dos amantes de Futurama.

Enquanto Simpsons não tem uma referência tão direta assim à Desencanto, Futurama parece pertencer ao mesmo universo. No décimo episódio Luci usa um bola de cristal para mostrar ao rei Zog alguns eventos do passado, e eis que em uma dessas imagens aparece uma imagem do Fry, Bender e do Professor em uma espaçonave. e isso fez com que surgissem teorias sobre essa tal conexão entre as séries

Uma delas diz que talvez Futurama seja o passado de Desencanto. Poucos vão lembrar - mas como chorei bastante no último episódio de Futurama não consegui esquecer -  no último episódio de Futurama, o professor, Bender e Fry estão em uma máquina do tempo, onde viajam por diversas civilizações e eras, e presenciam o final do universo. Essa última explosão resultou em um novo big bang que deu vida a um novo universo, e essa nova criação/realidade pode ser a vivida por Desencanto, o que explicaria também o fato da série medieval apresentar criaturas que não fazem parte da idade média "clássica" e também explica aquela nave vista no primeiro episódio de desencanto.

Por ser uma máquina do tempo, pode ser que ela só apareceu lá na idade média porque o Fry, Bender e o professor estavam passando por aquele período naquele momento, ou na verdade isso pode ser apenas um easter egg sem grandes sentidos. Nunca saberemos!