Um dos vilões mais clássicos do Homem-Aranha, possui uma relação muito íntima de amor e ódio pelo herói. Ao mesmo tempo que adoraria estar conectado ao herói, também quer ter o prazer de assassinar Peter Parker. Conheça mais sobre esse complexo vilão da Marvel que vai ganhar um filme solo com estreia marcada para o dia 4 de outubro deste ano aqui no Brasil.

A ORIGEM

O simbionte Venom nem sempre foi o inimigo do Homem-Aranha ou um item de seu guarda-roupa. Sua origem está associada a um longínquo planeta na galáxia de Andrômeda, chamado Klyntar. Venom é um membro de uma raça alienígena de simbiontes que recebem o mesmo nome de seu planeta natal.

O planeta Klyntar era um mundo frio e selvagem, onde a lei do mais forte imperava. Nesse ambiente viviam os Klyntar, que, no princípio da espécie, se uniam a animais menores, dando a essas criaturas uma chance maior de sobrevivência nesse planeta tão cruel, ao mesmo tempo que eles ficavam mais protegidos.

À medida que a raça dos Klyntar foi evoluindo, esse sentimento de auxiliar outras espécies a partir da simbiose se intensificou. Os Klyntar, então, fundaram os Agentes do Cosmos, uma ordem de nobres guerreiros que manteriam a paz pelo universo. Para isso eles se uniam a hospedeiros dignos de diversas raças diferentes, trazendo-os para dentro da consciência coletiva dos Klyntar.

Contudo, nem sempre os hospedeiros se provavam dignos, e utilizavam os poderes dos simbiontes para propósitos malignos. Os Klyntar que se uniam a hospedeiros maus acabavam se corrompendo, também se tornando criaturas más e dependentes de emoções negativas. Esses membros da raça eram então desconectados da consciência coletiva.

Os Klyntar corrompidos abandonavam os propósitos dos Agentes do Cosmos, passando a viver como parasitas. Unem-se a outros seres, forçando-os a entrar em situações extremas para poderem se alimentar da adrenalina. Isso era feito até o hospedeiro secar, morrendo de tanto stress. Após a morte do hospedeiro, o simbionte procurava mais uma vítima.

Venom foi um dos klyntar a se unir a um hospedeiro indigno. Seu primeiro hospedeiro utilizou os poderes do simbionte para dizimar toda a população de um planeta. Após isso, Venom se transformou em um predador viciado em raiva. Contudo, Venom manteve seu instinto de proteção ao seus hospedeiros. Isso, no entanto, não foi o suficiente para redimi-lo diante de sua espécie, que o encarcerou e o enviou para o Mundo de Batalhas.

PRIMEIRA APARIÇÃO

A primeira vez que Venom apareceu nos quadrinhos foi durante o arco Guerras Secretas em 1984. Nessa história, vários super heróis e super vilões vão parar no Mundo de Batalhas através dos poderes de Beyonder, que quer ver quem ganhará nessa batalha do bem contra o mal.

Um desses heróis transportado para esse planeta é o Homem-Aranha, cujo uniforme foi danificado em um combate. Ele encontra o módulo onde o simbionte estava aprisionado na forma de uma esfera negra. Ao tocar a esfera, o corpo de Peter Parker foi todo revestido pelo simbionte, na forma de um uniforme preto que parecia lhe conceder um suprimento inesgotável de teias ainda mais fortes do que as que já possuía.

Ao voltar para a Terra, Homem-Aranha descobre que a roupa alienígena que havia encontrado não era roupa coisa nenhuma! E sim um organismo vivo que queria unir-se definitivamente com ele. Eventualmente, Homem-Aranha consegue se livrar do simbionte ao removê-lo com as ondas sonoras de um sino de igreja.

Ao ser rejeitado por Peter Parker, o simbionte encontra em Eddie Brock um aliado. Eddie era um repórter que teve uma de suas matérias desbancadas pelo Homem-Aranha. Por conta disso foi humilhado, perdeu o emprego e a namorada. Seu ódio pelo Homem-Aranha atraiu a atenção do simbionte e juntos eles se transformaram em Venom, o grande vilão que busca vingança sobre o teioso.

PERSONALIDADE

Apesar da aliança com Eddie Brock, o simbionte ainda possuía uma afeição por Peter Parker, pois sentia que o Homem-Aranha era o seu hospedeiro ideal. Ainda nutria esperanças de que o Homem-Aranha o aceitaria novamente. Caso não aceitasse, o mataria.

É importante ressaltar que o simbionte Venom não é naturalmente mau. Apenas é um alienígena Klyntar corrompido pelos sentimentos de violência de seu primeiro hospedeiro que fez com que ficasse viciado em raiva. Sua união a Eddie Brock só agravou sua situação, pois percebeu que seus sentimentos de rejeição eram correspondidos pelo ódio do repórter.

À medida que sua corrupção piora, o simbionte fica cada vez mais sádico, arrogante e zombador. Demonstra ser assim principalmente em relação aos seus hospedeiros, não perdoando nenhum de seus deslizes. Despreza seus hospedeiros, sempre procurando alguém mais forte para poder se unir.

Outro ponto que se intensifica à medida que se corrompe mais é a sua sede de sangue, o que faz com que muitas vezes force seus hospedeiros a cometer canibalismo para saciar essas vontades brutais.

Outra característica interessante do simbionte Venom é a sua incapacidade de mentir. Toda vez que é permitido que fale, mostra-se brutalmente sincero.

Quando Venom é purificado pelos Agentes do Cosmo, sua personalidade muda completamente. Deixa de ser o monstro bárbaro pelo qual ficou conhecido e passa a demonstrar arrependimento, mostra ser dócil, subserviente e amigável. Contudo, por causa de seu passado, pode recair para sua forma sanguinária caso se una a um hospedeiro maligno.

HABILIDADES E FRAQUEZAS

Em sua forma sem um hospedeiro, Venom é capaz de estender sua massa em forma de tentáculos e de criar manchas brancas e uma boca cheia de dentes. Contudo, somente quando se une a alguém que consegue mostrar todo o seu potencial. Veja a seguir os poderes que concede aos seus hospedeiros.

  • Força sobre-humana

Por mais que sua força varie com o tamanho de sua massa, em seu tamanho regular, Venom é capaz de levantar até 70 toneladas, além ser páreo no combate contra personagens incrivelmente fortes, como o Fanático. - que acabamos de ver em Deadpool 2.

  • Resistência sobre-humana

De nada adiantaria entrar em combate contra alguns inimigos super fortes se não for capaz de suportar algumas porradas. Capaz de aguentar golpes físicos e até mesmo disparos de armas de baixo calibre. Contudo, é aqui que também se encontra sua fraqueza. Venom possui uma vulnerabilidade contra calor e golpes sônicos.

  • Vigor sobre-humano

Venom também concede ao seu hospedeiro a habilidade de sobreviver a ambientes perigosos, filtrando ar respirável em meio a toxinas ou debaixo da água, por exemplo.

  • Fator de cura

O simbionte é capaz de curar seu hospedeiro em uma velocidade muito mais rápida que a regeneração própria do organismo. Esse fator de cura é tão poderoso que é capaz de curar doenças, como o câncer, e regenerar ferimentos mortais em qualquer outra circunstância, como ter a cabeça cortada pela metade ou um abdome vaporizado.

  • Memória Genética

Uma vez conectado a um hospedeiro, o simbionte compartilha as memórias e os poderes do indivíduo, podendo replicá-los no futuro. Foi o caso de Eddie Brock. Ao se tornar Venom, teve acesso às memórias do tempo que o simbionte esteve unido ao Homem-Aranha, descobrindo desse modo sua identidade secreta.

  • Detecção de descendentes

Possui a habilidade de perceber fisicamente se alguma de suas proles está por perto.

  • Criação de teias

Talvez seja apenas uma variação da sua capacidade de estender o corpo em tentáculos, mas o fato é que o simbionte é capaz de imitar as teias do Homem-Aranha. As teias projetadas fazem parte da biomassa de Venom e são extremamente adesivas. Uma vez fora do corpo do simbionte, se dissolve em um pó, caso não sejam reincorporadas.

  • Rearranjamento de biomassa

Habilidade pouco utilizada por Eddie Brock. Com esse poder Venom é capaz de transformar parte de sua biomassa em outras formas, transformando partes do corpo em tentáculos, garras afiadas, foices, machados e escudos. Também consegue esticar e deformar a massa de seu hospedeiro sem feri-lo.

  • Percepção extra-sensorial

Habilidade muito semelhante ao sentido aranha do Homem-Aranha, possivelmente adquirida após o tempo em que esteve conectado ao herói, graças à sua memória genética. Como Peter Parker já foi um hospedeiro do simbionte, seu corpo passou a ignorar Venom. Por isso o vilão é capaz de atacar o Peter sem disparar o sentido aranha.

  • Camuflagem

O simbionte possui a habilidade de imitar qualquer tipo de roupa, rearranjando sua biomassa. Nem sempre precisa estar na forma de um monstro enorme cheio de presas, pode muito bem se disfarçar de camisa, calça e jaqueta pretas.

  • Presas venenosas

Como seu nome indica (Venom, em inglês, significa veneno) esse vilão é capaz de criar presas repletas de uma poderosa toxina. Esse poder surgiu assim que o simbionte foi abandonado pelo Aranha e se uniu a Eddie Brock.

HOSPEDEIROS

Ao longo dos anos, várias pessoas assumiram o manto (literalmente) de Venom. Veja a lista dos personagens mais importantes a se unirem ao simbionte.

  • Alienígena sem nome

Primeiro hospedeiro e responsável pela corrupção do simbionte, transformando-o num monstro viciado em ódio. Utilizou seus poderes para destruir toda a população de um planeta.

  • Deadpool

Sim! Antes mesmo do Homem-Aranha, Deadpool foi o primeiro humano a entrar em contato com o simbionte. Deadpool também esteve no Mundo de Batalhas e teve sua roupa danificada. Ao usar o simbionte para reparar seu uniforme, percebeu que era uma ser vivo e que estava interagindo com sua mente. Temendo que sua insanidade fosse afetar a criatura, Deadpool o retornou para seu módulo-prisão, para que fosse encontrado pelo Homem-Aranha depois.

  • Peter Parker

Principal inimigo de Venom e o responsável por levá-lo até a Terra. Por muito tempo Venom o considerou o hospedeiro perfeito.

  • Eddie Brock

Hospedeiro com quem o simbionte assumiu o título de Venom, por esse motivo é o personagem mais comumente associado ao vilão.

  • Flash Thompson

Isso mesmo, o antigo colega de escola de Peter Parker. Sua união com o simbionte aconteceu durante uma nova fase do Projeto Renascimento. O Exército americano tinha capturado o simbionte e pretendia utilizá-lo como uma arma. Flash, se alistou para o projeto e se tornou o novo Venom, mantendo o simbionte sob controle através do uso de alguma drogas.

Ao lado de Flash, Venom se tornou uma força do bem. Também foi ao lado de Flash que o simbionte recuperou sua conexão com a mente coletiva dos Klyntar, podendo ser purificado pelos membros de sua raça.

  • Outros hospedeiros

Muitos outros personagens já se viram na posição de hospedeiros para Venom. Entre eles estão Mac Gargan (o Escorpião), Ms. Marvel, Hulk Vermelho, Groot, Rocket Raccoon, Drax e Lee Price, um ex ranger do exército.

O FILME SOLO

Por mais que a presença do personagem no filme Homem-Aranha 3 seja propositalmente esquecida pelos fãs dos quadrinhos, não será a última vez que Venom aparecerá nas telonas. No ano passado a Sony Pictures anunciou o filme solo do personagem Venom.

A história terá um estilo próximo ao terror e será voltada para o público adulto. O ator Tom Hardy é o responsável por interpretar Eddie Brock e trazer Venom para as telas. O filme tem estreia programada para 4 de outubro de 2018.

Uma dica: Na segunda temporada da animação Marvel: Guardiões da Galáxia (Netflix) temos um arco inteiro tratando das origens de Venom e toda a sua raça. A história é fiel aos quadrinhos embora tenha abordagens um pouco diferentes. No entanto, a essência do personagem está lá e é bem legal ver como os Guardiões se relacionam com o simbionte.

E aí, achou interessante essa matéria sobre o personagem? Quer mais? Então fica ligado que em breve tem a história do Carnificina, outro simbionte feroz que inferniza a vida do herói da vizinhança.

Fonte: Marvel.com, Wikipedia, Aficionados.com