Nesse domingo (26), o mundo ficou em luto com a notícia do falecimento de Kobe Bryant - lenda do basquete que nos deixou aos 41 anos vítima de um grave acidente aéreo, e com sua partida, seu histórico nas quadras defendendo os Lakers ficará para a história; e além do que ele fez nas quadras, Bryant também ficou marcado na história do cinema por Dear Basketball, curta-metragem de animação que venceu o Oscar em 2018. Assista:

O projeto foi inspirado em um poema que o próprio Kobe escreveu quando se aposentou da liga profissional de basquete, em 2016, e para dar vida a tudo isso, ele foi o produtor e narrador desse projeto e contou com a ajuda do mestre da animação Glen Keane (animador de clássicos da Disney como Tarzan Pocahontas) e trilha sonora do incrível John Williams (conhecido pelas trilhas de Star Wars e Indiana Jones).

O incrível desse projeto é poder ver, ouvir e sentir na pele a paixão que Bryant tem por esse esporte tão marcante que foi seu grande sonho desde muito novo e fez com que ele crescesse na vida até se tornar a lenda que nós conhecemos. É emocionante ver como cada detalhe presente nesse mix de texto e animação nos entregam uma obra sublime e cheia de espirito, representando a paixão e a motivação de um atleta por um esporte, e firma de uma vez por todas que, onde quer que esteja, Kobe Bryant fez o seu nome na Terra e continuará no meio de nós para inspirar as gerações que estão por vir no ramo dos esportes em geral.

Dear Basketball é uma obra tão marcante que foi indicada ao Oscar 2018 na categoria de Melhor Curta-Metragem de Animação e foi o grande vencedor da noite, colocando Kobe Bryant na história do cinema sendo o primeiro atleta de basquete a ganhar um prêmio da Academia de Artes.