Nesta terça-feira (4), o Brasil teve uma perda imensurável, o ator e humorista Paulo Gustavo. Conhecido por seu alto astral e por personagens cômicos, ele travou uma luta de 52 dias contra a Covid-19.

Do teatro ao cinema, o talento era inegável, roteirista e apresentador fez com que ele arrancasse sorrisos de milhares de pessoas. O legado do humorista, ficou eternizado em personagens marcantes, reais e que criavam uma relação de identidade com publico. 

Em homenagem a esse legado a equipe do Bora Assistir, trouxe algumas de suas obras que entrarão na historia do entretenimento brasileiro.

1.  OS HOMENS SÃO DE MARTE… E É PRA LÁ QUE EU VOU!

Essa comédia de 2014, filme desenvolvido a partir da peça teatral de imenso sucesso escrita e interpretada por Monica Martelli, trás a historia Fernanda, de 39 anos, que trabalha organizando a cerimônia mais importante do imaginário feminino, o casamento, mas ainda está solteira. Forte devota do amor, a produtora lida com os mais diversos tipos de homem e reserva grande parte do seu tempo à procura do par perfeito.

E é nesse cenário que Paulo Gustavo aparece, dando vida á Anibal, melhor amigo de Fernanda e rouba a cena sempre que aparece, sendo a voz da razão em meio aos devaneios de sua amigas.

Ver a imagem de origem

2. TRIOLOGIA - MINHA MÃE É UMA PEÇA

Como não relembrar da icônica Dona Herminia? A personagem foi apresentada ao publico em 2006 na peça teatral "Minha Mãe é uma Peça", em que alçou o estrelato, sendo baseada em Déa Lúcia, mãe de verdade do humorista.

A peça foi adaptada ao cinema em uma das mais rentáveis produções brasileiras neste século - o terceiro longa, lançado em 2019, foi visto por mais de 11 milhões de pessoas. Sua historia cativa por criar um sentimento de identidade entre os fãs, por verem suas próprias mães na dona Herminia.

3. MINHA VIDA EM MARTE

A continuação da comedia romântica Monica Martelli, voltou as telonas em 2018, no filme Fernanda está casada e com uma filha de cinco anos. O casal está em meio ao desgaste causado pelo convívio por muitos anos, o que gera atritos constantes. Quem a ajuda a superar a crise é seu sócio Aníbal (Paulo Gustavo), parceiro inseparável durante a árdua jornada entre salvar o casamento ou pôr fim a ele. 

Ver a imagem de origem

4. Sitcom - 220 Volts

Paulo Gustavo retrata situações constrangedoras que acontecem no cotidiano de qualquer pessoa. O programa é uma mistura de stand-up comedy, entrevistas e quadros humorísticos. Paulo vai às ruas para saber o que as pessoas pensam sobre temas como sexo, morte e preconceito, e também interpreta diferentes papéis em esquetes com muito bom humor. Negona volta com seu jeito alegre e expansivo para debater as falas da Senhora dos Absurdos. O Playboy se apresenta com sua visão limitada da vida e cheio de valores machistas, enquanto o Nerd ressurge para mostrar que timidez e insegurança também fazem parte do universo masculino. Já Periquita mostra a visão das mulheres que ainda dependem dos homens e de relacionamentos.

Ver a imagem de origem

5. Vai que Cola

Paulo Gustavo dava vida ao malandro Valdomiro que se mete em uma falcatrua e, ao fugir da Polícia Federal, vai parar em uma pensão no subúrbio carioca e é ai que começa toda jornada.

Dona Jô, dona do estabelecimento, apesar de saber do passado do vigarista, decide lhe dar uma chance. Waldomiro se torna hóspede da pensão e agora quer reescrever sua história. Só que para isso precisa lidar com as provocações do insolente Ferdinando, as esquisitices do misterioso Wilson. Para completar a confusão, Jéssica, filha de Dona Jô, vive se desentendendo com o namorado Máicol, e a chegada da loira Velna, que se passa por uma gringa, aumenta ainda mais a bagunça.

Ver a imagem de origem