Não é surpresa para ninguém que a  indústria televisiva e cinematográfica asiática sempre se destacou pelas suas superproduções, que até muito pouco tempo atrás, não foram —e ainda não são — valorizadas pelo grande público, que preferem, ainda hoje, consumir produtos artísticos advindos da América do Norte e de países europeus, mas não irei entrar nesse mérito!

Apesar de ainda consideram o reconhecimento baixo, diante de tanta qualidade, devemos confessar que streamings como a Netflix trouxeram um novo publico aos dramas asiáticos. Antigamente qualquer fã dramas da Ásia, tinha que literalmente caças algum fansub que estivesse legendando a obra que  mesma queria assistir, e por muitas vezes serem um trabalho de fãs para fãs, isso não era remunerando dessa forma as tradutoras não vivia somente para aquilo, o que fazia com que as historias demorassem a serem traduzidas.

Essa febre por dramas asiáticos, quer sejam eles japoneses, chineses, coreanos ou tailandeses está ganhando uma nova vértice. Recentemente, tem se tornado popular entre os jovens, incluindo os espectadores brasileiros, os chamados “Boy's Love”, ou simplesmente BL.

Mas o que de fato é BL?

“Boy's Love”, ou BL, são filmes e web séries produzidos pelo mercado asiático, que consistem em enredos que possuem como base romances LGBTQIA+ entre homens. Populares principalmente em países como Tailândia, Japão, Filipinas, Vietnã e Coreia do Sul. 

Devemos ressaltar que Boy's Love, é mais uma característica do que um gênero em si, na realidade as tramas ainda são rotuladas como: ação, drama, histórico, terror. Porém o que realmente diferencia são os romances que existem dentro daquela historia, que foca-se completamente em um amor entre garotos.

Boy's Love dos meninos é um termo guarda-chuva para a mídia japonesa - principalmente anime e mangá - que tematiza o amor romântico de dois homens.

Ver a imagem de origem
A série tailandesa "2gether", ganhou popularidade internacionalmente. 

 

BL não é algo novo na Ásia

Historicamente falando o Boy's Love não é de fato algo novo. Acredita-se que o Japão foi o pioneiro nesse tipo de conteúdo, devemos lembrar a aqui que o termo pode se referir a tipos variados de mídia, tais como mangás, animes, filmes, séries de televisão, vídeo games e romances.

O BL tem suas origens nos anos 1970, como um sub-gênero dos mangás shojo, ou seja, feitos para garotas. É curioso saber que essa temática foi realmente para o publico feminino e não para o publico LGBTQIA+ masculino, apesar de atualmente ambos consumirem.

Boy's Love nos anos 80 era conhecido como pelo termo yaoi surgiu no começo dos anos 1980 no contexto da cultura dos mangás como uma combinação dos termos "yama nashiochi nashiimi nashi "( que significa: "sem clímax, sem razão, sem sentido"), um termo utilizado para se referir às obras que focavam tanto no sexo que não possuíam enredo ou desenvolvimento dos personagens e que, na maioria das vezes, parodiavam os mangás e animes mais conhecidos ao trazer os personagens masculinos em situações sexuais.

Mais tarde, nos anos 1990, o termo "boy's love" começou a ser utilizado. Não se sabe ao certo como a nomenclatura surgiu, mas acredita-se que o slogan BOYS LOVE COMIC da revista IMAGE em 1991 deu origem à expressão Boy's Love (ou apenas “BL”). Os responsáveis pela revista também pensaram que outras termologias utilizadas como  "yaoi" não eram suficientes para descrever o conteúdo da revista, que enfatizava o enredo ao invés dos elementos sexuais.

Apesar de “Boy's Love” não ter sido a primeira nomenclatura para descrever o conteúdo homoafetivo em mangás, foi ela que ganhou espaço em revistas comerciais no Japão, sendo um termo para se referir aos trabalhos profissionais de mangakás. Além disso, o “Boy's Love” tornou-se popular em países como Coréia do Sul, Tailândia, Estados Unidos e entre outros.

Algumas historias BL e GL distribuidas pelo selo pride da NewPOP

 

Os BL's estão se tornando propriedade Tailandesa?

Não há como negar a importância japonesa no quesito histórico, sendo inclusive uma dos maiores importadores desse tipo de conteúdo. Porém da ultima década a a Tailândia agora trouxe o "gênero" em círculo completo com sua crescente gama de dramas temáticos sobre romances entre jovens.

É possível ver obras de Boy's Love no Japão, China, Taiwan em menor numero na Coreia do Sul, mas a Tailândia tem saído a frente neste quesito. A série Tailandesa Sotus the Series (2016) foi um grande sucesso comercial sendo distribuído por toda a Ásia e destacando o país nessa temática. 

Series como "2Moons: The Series" (2019), "2gether" (2020),  "Y: Series" (2020) - uma referência ao termo japonês "yaoi" - esses dramas caseiros têm crescido se tornando sucesso dentro e fora da Ásia, consolidando a Tailândia como a principal difusora da temática. 

Bad Buddy foi um dos sucessos de 2022.

 

Onde eu posso assistir BL's?

Atualmente é possível assistir BLs de alguns países nas plataformas de Streamings, na Netflix podemos assistir a Wish You (2020), Seu Nome Gravado em Mim (2020) e Dear my Ex (2019). Na plataforma do Viki, tem uma aba separada somente para a temática Boy's Love, o que facilita na busca, lá podemos ver tramas como: Semantic Error (2022), First love, Again (2022), Why R U? (2020), TharnType (2021) entre outros. Na WeTV também encontramos bons BL's como: We Best Love: No. 1 For You (2021), Manner of Death (2020), Lovely Writer (2021).

Vamos lá, talvez vocês não tenham todos esses serviços de Stremings, uma ótima solução, são fansubs exclusivo para BL's. Irei recomendar alguns: o LifeFansub costuma ter um catalogo muito recente e atualizado, outro bem diveros é o PiFansubs, o Orietallline é um dos mais completos, e super organizados separando por países para facilitar a busca.

Alias quemos recomendar também vocês a conhecerem o pessoa do @Aigodoramas, eles são um dos principais portais sobre BL aqui no Brasil, tanto nas redes sociais, quando no site, eles trazem as novidades e as noticias para nos manter sempre atualizados