Baseado em acontecimentos reais no ano de 1968, os Sete de Chicago (originalmente conhecidos como os 8 de Chicago), foram 8 réus: Abbie Hoffman, Jerry Rubin, David Dellinger, Tom Hayden, Rennie Davis, John Froines e Lee Weiner e Bobby Seale, este último que acabou sendo inicialmente julgado junto com os 7, mas que acabou tendo seu processo interrompido, restando o julgamento dos demais. Foram líderes de movimentos sociais acusados pelo Governo Americano de conspiração de incitação a violência.

O filme se passa durante todo o processo, conseguindo criar uma ponte entre os acontecimentos da movimentação que deram ensejo à acusação. 

Os 7 lideravam movimentos pacifistas que combatiam (juntamente com a grande opinião popular americana) a permanência de soldados na guerra do Vietnã. Por consequência, diversos movimentos liderados por pessoas distintas se uniram em prol de protestos. 

8 líderes acabaram sendo presos, o último teve seu processo separado. A acusação gerou grande repercussão pública, e o julgamento levou quase 5 meses (setembro de 1969 a fevereiro de 1970). O julgamento dependia de comprovar quem deu início a uma grande violência nos protestos, colocando policiais e pacifistas em um derramamento de sangue. Há uma cena em que os policiais tiraram seus emblemas de polícia para cometer atos de violência.

Na história real, o prefeito da cidade de Chicago, Richard J. Daley, ordenou aos policiais que “que atirasse para matar em qualquer pessoa com um coquetel molotov ou algo semelhante na mão” 

Historicamente: 

O filme é ambientado nos anos 60, mais especificamente no ano de 1968, que marcou acontecimentos marcantes na história, como a morte de Martin Luther King, o assassinato do Presidente Robert F. Kennedy, e a grande crítica quanto a convocação do Governo Americano para a guerra no Vietnã, a popularidade do atual presidente Lyndon Johnson estava em queda. O país estava passando por um momento revolucionário de extrema importância.

O filme retrata ainda os casos de racismo no país, uma vez que o 8º réu, Bobby Seale (acusado de assassinar um policial - o que posteriormente foi identificado que não o tinha feito) foi amordaçado e amarrado na cadeira pelos simples e repetidos relatos de não ter advogado para se defender. 

 

1968 e 2020

A violência policial ainda se encontra nítida nos dias atuais, uma vez que um homem negro chamado George Floyd teve sua garganta pressionada pelo joelho de um policial por 8 minutos até perder o folego e morrer.

A fala de peso “o mundo inteiro está assistindo” teve grande impacto nos movimentos, uma vez que a violência era filmada e distribuída na mídia, ainda sendo usada nos dias atuais em movimentos como “Black Lives Matter”.

The Trial Of The Chicago Seven (Os 7 de Chicago) está disponível na plataforma da Netflix.