Eternos é o mais novo filme da nova fase da Marvel pós vingadores. E nós, como bons cinéfilos, não poderíamos deixar de conferir a história desses heróis que por ironia são mais antigos dos que a equipe que tanto nos habituamos a seguir durante esses dez anos.

Assistindo ao filme, percebi algumas semelhanças com uma outra produção: a trilogia de séries de Julie Plec que começou com The Vampire Diaries e atualmente segue no ar com Legacies. Olha, confesso até que fiquei bem chocada com quantas coisas bem parecidas deu para perceber.

Primeiro de tudo devo dizer que isso é uma grande brincadeira, ou seja, os fãs mais fervorosos das produções não precisam levar tudo isso a sério. Segundo que pode ter um spoiler ou outro no texto, mas que não irá tirar a experiência que quem ainda não assistiu. Vamos lá.

Antes de tudo precisamos explicar que os Eternos são uma equipe de heróis que estão na terra há mais de 7 mil anos. Muito antes de qualquer vingador ou experiências com titãs loucos, eles já vagavam por aí destruindo os chamados Deviantes. E olha, sua maior missão era proteger os humanos, mas tentar não se envolver tanto com eles.

Podemos considerar eles como os primeiros heróis? A Marvel ainda não deixou muito claro, mas EU (como uma boa leiga no assunto) irei considerar que sim. E quem também surgiu como os primeiros de algo? Eles, os vampiros originais. Formado por Klaus, Elijah, Rebekah, Kol e Finn Mikaelson, eles foram transformados pela mãe que era bruxa e seguiram vivendo suas vidas e usando os humanos.

Bom, aqui minha comparação não vai ser com as motivações das suas existências, mas sim como as suas histórias, poderes e características podem se misturar de uma maneira incrível.

Assim como os Eternos, os Originais só foram apresentados ao público posteriormente. Quem ganhou a fama antes deles? O elenco que formava The Vampire Diaries, aqui comparados com os Vingadores. Eles são mais conhecidos, são mais carismáticos e é neles que a história roda. Após a introdução dos Originais eles ganharam a sua própria série, The Originals, e se desvincularam dos irmãos Salvatore, mas lógico, sempre fazendo participações especiais e tendo seus nomes citados, assim como ocorre em Eternos.

Já Legacies é um spin off do spin off e basicamente é a nova geração dos vampiros e seres sobrenaturais que foram criados para continuar a história que começou lá atrás. Alguns personagens das séries anteriores continuam nessa, o que provavelmente vai acontecer com a Marvel, com essa nova equipe que irá surgir pós vingadores, se especulando inclusive quem seria o grande líder que em Legacies é a filha de um vampiro original, a Hope.

Explicando brevemente essa relação, vamos agora para os pontos de características em comum de alguns personagens e do contexto geral da história. Primeiro que os Eternos, assim como os Originais, são extremamente fortes, superiores a qualquer outra espécie e possui habilidades específicas. Além disso, eles são imortais e vivem eternamente, com uma provável morte ocorrendo de forma bem específica. Por exemplo, os Eternos morrem se um Deviante o atacar e os Originais morrem se forem empalados no coração com uma estaca de carvalho branco. Outro fato curioso é que tanto os Eternos como os Originais ficam cinza quando morrem!

Por fim, em ambas as histórias, eles são considerados as criaturas mais fortes da terra, com os poderes e habilidades sendo padrões para todos e alguns mais específicos. Entre esses poderes estão a super força, super velocidade, super agilidade, super sentidos, super durabilidade, fator de cura, imortalidade, ligação com o criador, compulsão mental e ilusões.

Agora eu quero comparar alguns personagens para essas semelhanças ficarem mais claras. Em Eternos temos Sersi, ela que é a eterna que tem mais apego aos humanos. Sempre perto deles, Sersi muitas vezes prefere dar a vida para que eles possam sobreviver. Nos Originais temos Rebekah, que também ama os humanos. Ela gosta de conviver com eles e no fundo sempre sonhou em ser mãe e ter uma família. Ela também gostaria de ser humana (reunindo um pouco de Sprite também haha).

Elijah é o líder dos originais. Centrado, sempre faz a coisa certa, mesmo quando seus sentimentos são envolvidos. Ele também nutre uma relação conturbada e especial com Klaus e tenta evitar que ele faça besteiras, assim como Ajak faz em Eternos. As pessoas param para escutar os personagens, que possuem momentos importantes durante as histórias.

Klaus é o vampiro impulsivo, movido por seus instintos, não importando as consequências. Ele passa boa parte da história sem saber se será o vilão ou fará parte dos mocinhos e tudo fica muito confuso porque ele encontra um grande amor. Quer mais semelhanças com Ikaris ou tá bom?

Kol é um dos vampiros originais mais jovens. Ele é inconsequente, usa da sua posição como vampiro original para manipular sua espécie e os humanos. Ele não liga se vai ser exposto ou se vai atrair inimigos, ele quer viver a vida, sem pensar muito no que acontecerá depois. Sprite tem a mesma essência, sendo a Eterna bocuda que conta sobre os outros Eternos para os humanos.

Freya é a primeira filha dos Originais, mas ela não é uma vampira e sim uma bruxa. No entanto sua personalidade pode ser comparada um pouquinho com a de Thena, que sofre com um processo de demência. Freya também foi dada como louca e teve que manter o controle sobre si mesma muitas vezes. Ela também tem um grande senso de honra e matou por vingança ao perder um ente querido. Freya é uma alma assombrada e torturada, desejando libertar-se dos laços com que lidou século após século. Não tem como não lembrar da personagem de Angelina Jolie.

Mas o que eu quero dizer com todas essas semelhanças? É óbvio que cada história vai seguir os seus próprios rumos e não significam que sejam iguais. Eu destaco aqui que as fórmulas são provadas através do tempo que podem sim funcionar. Todo o fato de histórias de origem virem depois da ação nos filmes de herói também são vistos em outras produções e por isso são apostas certeiras. Julie Plec recebe críticas ferrenhas por não largar o osso do universo dos vampiros e outros seres sobrenaturais, mas a Marvel chega e mostra que faz a mesma coisa e conquista grande sucesso. Por que não arriscar?