play_arrow
Assista ao trailer: Spartacus: War of the Damned | Official Trailer | STARZ
videocam

No nosso primeiro TBT, trazemos pra vocês que são viciados em muita violência explícita em câmera lenta, sangues jorrando em CGI, um jogo político bem elaborado, e intensidade do inicio ao fim, Spartacus.


A série que surgiu como uma aposta boa e barata se tornou o maior sucesso da empresa STARTZ. Comparada a grandes sucessos com temas associados por exemplo custa 4x menos que Game of Thrones, e entrega para nós quatro temporadas prazerosas de se ver. Se você começar a ver, poderá passar na sua cabeça “Nossa é uma cópia mal feita de 300”, mas Spartacus vai te entregar uma experiência única divertida, audaciosa e com todas as temporadas tendo como principal destaque, seu elenco.

Foram quatro temporadas ao todo, dentre elas três continuas.
Mas porque contínuas?

A segunda temporada teve que ser adiada devido ao falecimento do ator principal Andy Whitfield que logo após o término da primeira temporada, foi diagnosticado com um linfoma e iniciou o tratamento imediatamente mas não resistiu. Sendo assim a série conta com as temporadas 1º, 3º e 4º de forma contínuas, elas serão detalhadas abaixo.

BLOOD AND SAND (Sangue e Areia) 1ª Temporada

BLOOD AND SAND (Sangue e Areia) 1ª Temporada

Na primeira temporada se passa em Cápua, mais precisamente dentro de um Ludus (Centro de Treinamento para Gladiadores), nós conhecemos a história de um guerreiro Trácio, que foi apreendido por desertar as legiões de romanas e levado para a Arena como punição de morte, logo após seu nome é revelado como Spartacus (Guerreiro lendário da Trácia – uma região que faz fronteira com a Grécia, Bulgaria e Turquia), e capturado e vendido para um Ludus.

A casa de Quintus Batiatus, junto com seu Ludos e seus gladiadores liderados por Crixus, campeão invicto da arena, recebe a companhia de Spartacus recém capturado que além de ter um espírito indomável, vê-se em uma luta constante após a separação com o amor de sua vida pelos soldados romanos.

A política de Quintus em tentar sua importância e ver seu Ludus e seus gladiadores nos melhores eventos de Roma, o treinamento sofrível e os embates com o gaulês invicto Crixus, e a luta para recuperar seu amor, assim se resume a primeira temporada que trás para nós grandes atuações, destacando para John Hanna (Quintus Batiatus) e nossa eterna Xena, Lucy Lawless (Lucretia) como vocês nunca viram.

GODS THE ARENA (Deuses da Arena) 2ª Temporada


A segunda temporada poderia facilmente ser a primeira, ela não interfere nas demais, mas nos entrega um final dos melhores já vistos na TV americana, simplesmente Brutal.
Nós faremos uma viagem no tempo e veremos como era a casa de Batiatus muito antes da chegada de Spartacus, é contada a história do campeão Gannicus (Dustin Clare) que logo depois seria sucedido pelo Gaulês Invicto Crixus (Manu Bannet).

Também vemos onde começou a inimizade entre Batiatus e seu “amigo” Solonius e também a história e morte da esposa de Oenomaus.

VENGEANCE (Vingança) 3ª Temporada

VENGEANCE (Vingança) 3ª Temporada


Após a morte de Andy, Liam McIntyre foi o escalado para o papel principal como Spartacus, e mesmo não tendo aparência próxima do ex ator, Liam teve total liberdade para entregar ao público o seu Spartacus.

Vengeance mostra tudo o que aconteceu com os escravos após se rebelarem à casa de Batiatus, Spartacus começa a reunir seu exercito e lutar contra romanos, tendo como principais rivais Seppius (Tom Hobbs) e o pretor Gaius Claudius Glaber (Craig Parker).

Spartacus começa a libertar pequenos grupos de escravos os convencendo de sua causa que também será deles, e assim traçar estratégias para começar sua vingança contra Roma.

WAR OF THE DAMNED (Guerra dos Condenados) 4ª Temporada

WAR OF THE DAMNED (Guerra dos Condenados) 4ª Temporada

Um final épico para uma série épica. Deixamos de lado as causas pessoais de Spartacus e lutaremos juntos pela liberdade de todos os escravos Romanos.

A última temporada trás um vilão que Spartacus merecia ter, trata-se de Marcus Crassus (Simon Merrels) que vem com o apoio do poderoso Júlio César (Todd Lasance), com sua legião para combater o já exército de rebeldes e ex escravos de Spartacus. O poder aquisitivo contra as estratégias de um ex escravo, um final brilhante e épico para uma série que deu um ponto final devido justamente à sua grande audiência.

A Startz decidiu não estender mais as séries, tendo tantos outros contos a serem explorados da história do guerreiro Trácio, porém já com o sucesso assegurado daquilo que seria uma aposta e se tornou seu carro chefe. Decidiu encerrar em grande estilo mantendo assim os padrões de um ótimo roteiro, grandes atuações e um encaixe perfeito entre o que se ver e o que se ouve.

A série já acabou mas ainda se ecoa o grito “I am Spartacus....”, e todos nós somos até hoje!