E a nossa Capitã Marvel, Brie Larson em uma entrevista ao Collider, (via CBM), falou sobre a experiência em ser a primeira protagonista feminina de um filme do estúdio:

"Não sei, não sei como é diferente. Para ser honesta, não quero sentir que é diferente. Eu já superei essa coisa da primeira mulher blah, blah, blah. E tem também o conceito 'Nossa, talvez as mulheres possam realmente fazer as mesmas coisas que os caras fazem. Sabe, que conceito louco!'. Sabe o que quero dizer? Sinto que quanto mais falamos sobre isso, mais perpetuamos o mito de que é uma coisa impossível. Sabe, não! Se não era assim antes é porque estava errado. Era errado e agora estamos fazendo o que é natural".

A atriz também comentou a experiência de conhecer Kelly Sue DeConnick, quadrinista responsável por vários da personagem: "Tenho que admitir que conversar com ela foi surreal. Senti que ia desmaiar. Fiquei realmente nervosa porque essa mulher criou tudo isso e entende muito melhor do que eu [risos]. Fiquei honrada em receber sua benção e ver o quanto ela estava empolgada. Isso me deixou aliviada porque ela fez isso acontecer. Não estaríamos aqui sem ela, então sou muito grata pela personagem que ela criou. Agora estamos seguindo a trilha do que ela fez".

O site também divulgou uma nova imagem de bastidores:

Capitã Marvel estreia em 7 de março no Brasil. Antes, Brie Larson participa da CCXP em 8 de dezembro para falar sobre o filme