Depois de vários adiamentos, Morbius finalmente chega aos cinemas em 31 de março. Alguns membros da imprensa, que já assistiram ao filme, divulgaram nas redes sociais as suas reações. Elas criticam duramente o roteiro, efeitos especiais ruins e as cenas pós-créditos.

  

Bem, Morbius é tão ruim quanto vocês esperavam. Uma trama saída diretamente de 2005 colide com um CGI confuso para criar um filme sonolento. Mas não se preocupem, eles deixaram o pior para o final. Apresentando algumas das piores cenas pós-créditos que você já viu, a Sony está fora do controle.

Morbius é tão bagunçado e chato quanto você esperava que fosse. Claramente mutilado na edição pelo estúdio que não tinha ideia do que fazer com isso – não que exista um filme bom em algum lugar aqui. As cenas pós-créditos são uma piada, mas fique até o fim se você gosta de revirar os olhos. 

Morbius é a prova de que, não importa quantos rostos famosos ou visuais brilhantes você coloque em um filme, a Sony sempre vai achar um jeito impressionante de não entender narrativa básica. 

Bem, Morbius infelizmente não é bom (CGI de má qualidade e uma fórmula de roteiro saída dos anos 2000) e definitivamente não é tão divertido quanto Venom. Estou muito confusa com o futuro do Aranhaverso da Sony após as cenas pós-créditos e a edição é ruim. Matt Smith está se divertindo muito, por outro lado! 

Nos quadrinhos, Michael Morbius era um bioquímico vencedor do Prêmio Nobel que tentava descobrir a cura para uma doença sanguínea. Durante um dos seus experimentos, ele se transformou em um vampiro. Porém, Michael não é um vampiro tradicional. Ele se alimenta de sangue e tem aversão à luz, mas suas vítimas não necessariamente viram vampiros.

O filme do personagem é protagonizado por Jared LetoTyrese GibsonMatt SmithJared HarrisAl Madrigal e Adria Arjona completam o elenco.

O responsável pela direção é Daniel Espinosa (Vida). Burk Sharpless Matt Sazama (Deuses do Egito) assinam o roteiro.