A atriz Kate Mara comentou em uma entrevista a revista Emmy sobre seu papel de Sue Storm na reinicialização do Quarteto Fantástico em 2015. O filme foi um completo fracasso, as tensões dos bastidores e as refilmagens não ajudaram nada a fazer o longa atingir o sucesso.

"Nunca falei sobre isso antes. Eu me casei com uma das co-estrelas, então não me arrependo de ter feito aquele filme. Mas gostaria de ter respondido de maneira diferente a certas coisas? Sim definitivamente".

Kate Mara se casou com o ator Jamie Bell após conhecê-lo no filme. Também, ela estava em relatos de que havia chorando no set após interações ruins com o diretor Josh Thank. O diretor respondeu essas acusações e falou que as afirmações sobre seus comportamentos eram "mentiras ou exageros extremos".

No entanto, a atriz continua a dizer que sua experiência em trabalhar com Thank foi "horrenda", além de afirmar que foi maltratada apenas por seu uma mulher em um cenário predominantemente masculino.

"O fato é que minhas duas experiências terríveis com diretores foram diretores homens. Não me dei bem com uma diretora? Absolutamente. E não foi a melhor experiência de trabalho? Certo. Mas nunca houve um momento em que eu pensasse: 'isso está acontecendo porque sou mulher', afirma Mara.

Kate Mara, Jamie Bell, Michael B. Jordan e Miler Teller estrelaram o renascimento do Quarteto Fantástico da Marvel liderados pela antiga 20th Century Fox. Nesta época Thank e os produtores do estúdio tiveram muitas rixas.

O diretor revelou que já dormiu com uma arma carregado após receber muitas ameaças de morte por fãs e disse que trabalhar no filme o deixou se sentido "castrado".

"Os executivos realmente prestam atenção ao que as pessoas estão dizendo no Twitter. Eles olham para isso e dizem: Put* Merda, as pessoas estão assustadas porque não vai ser engraçado. Portanto, precisamos gastas 10 milhões para fazer uma reescrita de uma comédia", afirma Thank.