Michael Dante DiMartino e Bryan Konietzko criadores de Avatar: A Lenda de Aang anunciaram que deixaram a adaptação live-action da Netflix por causa de diferenças criativas. O anúncio foi feito por DiMartino em uma carta aberta em seu Facebook oficial.

"Qualquer que seja a versão que acabe na tela, não será o que Bryan e eu tínhamos imaginado ou pretendíamos fazer", falou DiMartino.

Confira alguns trechos da carta:

"Posso finalmente dizer que não estou mais envolvido com o projeto. Após dois anos de trabalho e desenvolvimento, Bryan Konitzko e eu tomamos a difícil decisão de deixar a produção"

"A Netflix disse que estava comprometida em honrar nossa visão para esta nova versão e nos apoiar na criação da série. Infelizmente, as coisas não correram como esperávamos".

"Comecei a reavaliar o que  realmente importante na minha vida e o que eu queria fazer com o que sobrou dela". 

"Percebi que não podia controlar a direção criativa da série, mas podia controlar como respondia. Então, optei por sair do projeto. Foi a decisão profissional mais difícil que já tive de tomar, e certamente não uma que tomei levianamente, mas foi necessária para minha felicidade e integridade criativa". 

"Eu também quero deixar claro que isso não significa  o fim do meu envolvimento no universo Avatar. Eu compartilho sua decepção e frustração".

A Netflix respondeu ao anúncio da saída dos criadores de sua adaptação.

" Temos total respeito e admiração por Michael e Bryan e pela história que eles criaram na série de animação Avatar. Embora eles tenham optado por abandonar o projeto, estamos confiantes na equipe de criação e em sua adaptação".

Disse um porta voz da Netflix.

Segundo o site CBR, eles descobriram que esse atrito que levou a saída da dupla não é um acontecimento recente. Diferenças criativas entre os criadores, Netflix e outros envolvidos ocorreram ao longo do processo de dois anos de desenvolvimento.