Domingo, dia 24 de fevereiro, vai acontecer a maior premiação do Cinema, o Oscar. A cerimônia cheia de suspense até então, vai premiar os melhores entre os melhores, em mais de 20 categorias. 

A categoria que analisaremos agora é a mais aguardada de toda a cerimônia: Melhor Filme. E várias surpresas foram indicadas para esta categoria. No geral, vamos destacar os pontos positivos e negativos de cada produção, e no fim dar nossa opinião sobre qual merece levar a melhor da noite. Bora Criticar?

Nasce uma estrela

A jovem cantora Ally ascende ao estrelato enquanto seu parceiro Jackson Maine, um renomado artista de longa carreira, cai no esquecimento por problemas com o álcool. Os momentos opostos acabam por minar o relacionamento amoroso dos dois.

A Star Is Born pode não te fazer chorar, mas vai permitir a reflexão, fazendo com que esse seja um daqueles filmes que a gente leva para fora do cinema, não para discutir com os amigos, mas para dentro de nossos corações, onde moram os nossos mais profundos sonhos e as mais dolorosas decepções.

Com nota 4,5 aqui no site, nossa crítica o classifica como Muito bom, mas não favorito o suficiente para levar a estatueta.

Infiltrado na Klan

Em 1978, Ron Stallworth, um policial negro do Colorado, conseguiu se infiltrar na Ku Klux Klan local. Ele se comunicava com os outros membros do grupo por meio de telefonemas e cartas, quando precisava estar fisicamente presente enviava um outro policial branco no seu lugar. Depois de meses de investigação, Ron se tornou o líder da seita, sendo responsável por sabotar uma série de linchamentos e outros crimes de ódio orquestrados pelos racistas.

Dessa forma, Infiltrado na Klan, apresenta uma obra que tem o objetivo de escancarar posicionamentos extremistas fazendo questão de alertar o quanto ainda são perigosos, por meio de uma narrativa que é cômica e crítica na mesma medida, com ótimas atuações e um roteiro que consegue se desenrolar e apresentar seu verdadeiro potencial nos momentos finais.

Nossa crítica atribuiu nota 4,5 considerando-o muito bom. Ele não é o favorito para levar a estatueta, mas pode surpreender muito, e particularmente, minha torcida é para que esse longa ganhe.

A Favorita

Na Inglaterra do século 18, Sarah Churchill, a Duquesa de Marlborough, exerce sua influência na corte como confidente, conselheira e amante secreta da Rainha Ana. Seu posto privilegiado, no entanto, é ameaçado pela chegada de Abigail, nova criada que logo se torna a queridinha da majestade e agarra com unhas e dentes essa oportunidade única.

Gosto especialmente da maneira como o filme trata a homossexualidade, sutil e sem escândalos, como algo absolutamente natural. As atuações estão excelentes, e Rachel Weisz deve levar como atriz coadjuvante. Mas acredito que leve mais do que só essa estatueta pra casa.

Pantera Negra

Conheça a história de T'Challa, príncipe do reino de Wakanda, que perde o seu pai e viaja para os Estados Unidos, onde tem contato com os Vingadores. Entre as suas habilidades estão a velocidade, inteligência e os sentidos apurados.

O já consolidado universo cinematográfico da Marvel Studios abriu os projetos para 2018 com o pé direito. Pantera negra não é só mais um herói, ele é um símbolo de uma nação escondida, de uma raça subjugada, e de um futuro ainda mais promissor para o estúdio. Sim, é um filme de origem. E como tal, tem a fórmula bem conhecida por nós que acompanhamos a franquia desde 2008. No entanto, ele consegue ser diferente de tudo que a empresa já fez, e são suas peculiaridades que certamente o tornará tão ímpar nesse novo ciclo da Marvel. 

Nossa crítica atribuiu nota 4 e o consideramos Muito bom! No entanto, embora a indicação é um salto gigante para o gênero de super-heróis, dificilmente Pantera Negra vai levar a estatueta.

Green Book: O guia

Tony Lip, um dos maiores fanfarrões de Nova York, precisa de trabalho após sua discoteca fechar. Ele conhece um pianista que o convida para uma turnê. Enquanto os dois se chocam no início, um vínculo finalmente cresce à medida que eles viajam.

No mais, Green Book: O guia é um filme de Oscar, com a temática ideal para levar a estatueta. Mas, para mim, é um trecho da história de uma nação que jamais deve ser esquecido. É uma luta sem viés ideológico; uma narrativa que desperta a sede de justiça até no menos interessado pela causa. É sobre uma amizade especial num tempo onde ser negro era resistir a cada segundo, já que ser gênio nunca é o bastante. Mais do que isso, é preciso coragem para mudar o coração das pessoas!

Atribuímos nota 4,5 em nossa crítica. Ele é um dos favoritos para levar a estatueta.

Roma

Cidade do México, 1970. A rotina de uma família de classe média é controlada de maneira silenciosa por uma mulher (Yalitza Aparicio), que trabalha como babá e empregada doméstica. Durante um ano, diversos acontecimentos inesperados começam a afetar a vida de todos os moradores da casa, dando origem a uma série de mudanças, coletivas e pessoais.

Filme da Netflix não só concorrendo em várias categorias, inclusive as principais, como super favorito para levar a estatueta. Sensacional! Realmente acho que quem leva é esse longa.

Vice

Acompanhe a ascensão de Dick Cheney ao se tornar o homem mais poderoso do mundo. Vice-presidente de George W. Bush, ele remodelou os Estados Unidos e o mundo, gerando mudanças que permanecem até os dias de hoje.

Vai levar pelo menos melhor montagem e cabelo e maquiagem. Embora seja um longa super inspirado e cômico, ele é muito original, com atuações brilhantes, que são minhas favoritas entre os indicados. Não deve levar como Melhor Filmes, mas merece demais melhor ator e melhor atriz coadjuvante.

Bohemian Raphsody

Freddie Mercury, Brian May, Roger Taylor e John Deacon formam a banda de rock Queen em 1970. Quando o estilo de vida agitado de Mercury começa a sair de controle, o grupo precisa encontrar uma forma de lidar com o sucesso e os excessos de seu líder.

Queen com certeza foi uma banda que marcou gerações e trouxe o rock para níveis ainda pouco explorados. Poder acompanhar a trajetória de nomes tão importantes na música mundial é mais que somente se divertir com um audiovisual qualquer, é poder alimentar uma representatividade que marcou a vida de muitos e serve de modelo até hoje. Privilégio de uma vez na vida.

Nossa equipe o classificou com 5 estrelas, e embora não seja de longe o favorito a melhor filme, deve ganhar, devido a grande campanha, como melhor ator. 

Vamos ao palpite:

Roma!

O que eu desejo: Infiltrado na Klan

O que tem chance: Green Book

A zebra: Pantera Negra ou Bohemian Rhapsody

Dê também seu palpite. E acompanhe nossa cobertura completa aqui no site e nas nossas Redes Sociais.