E vamos de mais episódios de bastante introdução de outros personagens. As gatinhas cantoras de Riverdale estão de volta! Quem não lembra de Josie e suas backvocals que agitaram as noites quando os personagens ainda estavam no ensino médio? Pois é, elas ganharam um episódio especial.

Muito pouco foi falado sobre o fim do grupo e como cada uma delas estavam após Josie abandonar as amigas e todo esse salto temporal que a série ganhou. Assim é muito interessante e legal ver esses episódios ainda “ressuscitam” essa história e mata um pouquinho a curiosidade dos fãs.

E nele nos vemos o sucesso que Josie está fazendo como cantora internacional, Val tentando ser uma atriz e Melody lançando seu primeiro livro que pode virar filme.

Só que no meio de tanta insegurança e tentativa de retomar as raízes, Josie resolve voltar a Riverdale. Por que? É o que descobrimos durante os 40 minutos em tela.

Em sua volta a cidade, Josie topa dar aula de música para poder usar a sala de música do colégio para compor novas canções. Mais uma tentativa de voltar para onde ela começou sua carreira.

E também vemos o tão esperado encontro com os ex-colegas, que não foi muito bom, isso para dizer o mínimo. Mas Josie acaba tendo um remember com um antigo conhecido: Sweet Pea.

Ela também se encontra com as antigas amigas para um pedido que participem de uma das faixas do novo álbum de Josie o que, claro, rende muita música e apresentação, além de muito chororo e ressentimentos sendo jogados na cara uma da outra.

Tirando essa parte envolvendo as gatinhas e Josie, Veronica ajuda Tabitha a fechar um investimento de franquia do Pop's, o que não dá muito certo.

E logo no final do episódio descobrimos que Josie voltou a Riverdale porque o pai faleceu e ela precisava sumir para pensar em outras coisas. As gatinhas se reúnem para uma apresentação única na tentativa de salvar Riverdale e angariar fundos para a cidade.

E por fim, numa aparente tentativa de criar um espécie de piloto para uma nova série, Josie deixa Riverdale com as gatinhas para uma nova turnê, quando um rapaz aparece que conta que o pai dela foi assassinato e que ela precisa descobrir o que houve.

Esse episódio, inclusive, é muito legal por trazer essas histórias esquecidas. É mais adulto, mais maduro e muito mais útil do que bater o pé em tramas sobrenaturais sem noção. Torço para a série conseguir encontrar um tom legal para trazer os mistérios e os assassinatos de uma forma crível e interessante.

P.s: Muito fofo ver a Tony com o filho!