play_arrow
Assista ao trailer: Riverdale 4x16 Sneak Peek "The Locked Room" (HD) Season 4 Episode 16 Sneak Peek
videocam

Preparem-se para a exposed de Stonewall! Último episódio antes do hiatos de quase um mês de Riverdale, e foi bem morninho, mas seguindo o padrão já esperado. Teve muito Betty e Jughead? Demais até. Porém, já que é pra encerrar de vez esse plot, foi bem aturável, apesar de um tanto insano.

O episódio começou com um monólogo de Jughead sobre sua morte falsa. Ele conta como foi difícil, como ele se sentiu péssimo e blá blá blá. Depois veio as cenas das explicações, com eles falando para as pessoas sobre o segredo: Jellybean, FP, Mãe do Archie e Hermosa. Todos envolvidos na fake death.

Aí pairou a dúvida que o próprio Jughead levantou: até onde eles iriam para desvendar os mistérios e a pergunta que mais assombrava eles: será que as pessoas iriam entender tudo o que eles fizeram?

Enquanto isso eles vendiam a ilusão da morte perfeita, para que todos parem de duvidar que o mocinho realmente morreu. E isso inclui Betty e Archie fingindo ser um casal (e deixando Veronica um tanto quanto louca).

O fingimento, no entanto, não durou muito tempo em tela. Logo nos primeiros minutos Jughead aparece em Stonewall durante a aula do Mr. Dupont pegando todos de surpresa. Eles prendem os esnobes e o professor na sala para fazê-los confessar de seus crimes.

Os quatro tiveram que escutar toda a linha cronológica que eles tinham montado, desde a chegada de Jughead em Stonewall, a presença e expulsão de Moose, as motivações do Mr. Chipping de tirá-lo da escola, e por aí foi seguindo. Eles descobrem então que para escrever o tal livro dos Irmãos Baxter, o escritor teria que cometer o assassinato perfeito. E a vítima dessa vez seria Moose, levado pelo próprio Mr. Chipping que se arrepende e o tira da escola antes que acontecesse algo com ele.

Esse seria o padrão para os escritores serem contratados, até Jughead chegar e bagunçar tudo ao investigar e ficar sempre perto de descobrir a verdade. Assim, ele virou o alvo e quem cometesse o assassinato perfeito dele iria ganhar o contrato para escrever os livros. E foi isso que Betty e Jug foram fazer na sala, descobrir quem e como iriam realizar esse ato.

Assim, eles descobrem que todos participaram do ato, começando com Donna distraindo Betty e a colocando como suspeita por estar dopada, Bret levando Jug para a floresta, Joan acertando a pedra na cabeça dele e Jonathan seria o responsável por verificar se Jughead tinha morrido ou não. Eles ainda fizeram Archie e Veronica irem para a floresta para pegar Betty no flagra que na hora acordou do transe e eles conseguiram reanimar Jughead. Essa foi a explicação por ele não ter morrido. Esse feito, porém, os esnobes não contavam. Todo o plano estava montado para que Betty fosse incriminada, mesmo que Archie e Veronica entregassem ou não a loirinha.  

Mas o melhor de toda a história foi a Joan entregando toda a armação! Enquanto eles relatavam os fatos ela ia deixando escapar o papel de cada um na história.

Continuando a narrativa da fatídica noite, Betty liga para Charles que salva Jughead e aconselha eles a limparam a cena e queimarem as roupas. Eles discutem um plano B caso Jughead não sobreviva, o que foi de uma frieza surreal.

Tamanha loucura a armação deles que até fingir que o corpo de Jughead estava no necrotério foi combinado com o legista. Ele maquiado se fingindo de morto foi a melhor cena do episódio!

Só que faltava explicar a participação do professor em toda a história e Jughead conta que procurou os escritores dos livros dos Irmãos Baxter para contar tudo o que aconteceu para eles. Ele ainda descobre que o professor matou três escritores da sociedade secreta na época que era aluno de Stonewall.

Para desmascarar o Mr. Dupont, Jughead levou o avô que contou toda a verdade sobre os assassinatos e falou que só desapareceu porque sabia que era o próximo da lista a morrer. Daí Jug entendeu que Moose era a próxima vítima, mas eles o queriam para atrair Forsythe I para terminar a sessão de assassinatos de anos atrás.

Também envolvido na investigação, Charles reuniu provas da casa de Dupont que comprovava sua ligação com as mortes. Ele da voz de prisão ao professor que se recusa a ir para cadeia e prefere cometer suicídio se jogando pela janela.

Bret ainda teve a ousadia de oferecer uma contra oferta para não ser acusado dos ameaçando que colocaria a fita de Jughead e Betty na internet. A ousadia deu lugar ao medo quando vimos Jug e o pai entrar na sala e dar uma bela de uma surra para ele contar onde as fitas estavam escondidas. Ainda teve tempo para Joan escapar com uma imunidade e Donna se fazer de vítima colocando a culpa em Bret.

Descobrimos também que Donna tinha motivações para conseguir o contrato e armar toda aquela cena, já que um dos estudantes que Dupont matou era a avó dela, que criou a personagem Tracy True. Era essa informação que Hermosa conseguiu e que Betty usou para fazer ela desistir do contrato ou publicaria para todos os jornais que ela tinha motivação no caso.

Por fim, Cheryl plantou a semente da discórdia falando que Betty e Archie pareciam ser mais que encenação. Ansiosa para ver no que isso vai dar.

Assim, eles resolvem fazer um pacto de que irão se dedicar aos estudos para conseguirem se formar e deixar um pouco de lado as investigações. E ao que parece teremos episódio musical! Kevin chega falando sobre um show de variedades em que todos terão que participar e eu só quero ver Jug cantando. É isso, até o próximo episódio!

P.S: o grito que Jughead deu no professor foi icônico!