Mais um episódio empolgante de Riverdale e eu to amando o rumo que a série tá tomando. Tão diferente das últimas temporadas, o salto temporal está contribuindo para uma maturidade que desde a terceira temporada eu venho clamando.

Começamos o episódio a partir do encontro dos amigos. Após serem atualizados da situação da cidade, os ex-namorados saem caminhando e falando da vida. Soubemos que Betty e Jughead tiveram um encontro conturbado antes dele publicar o livro dele e terminaram em maus lençóis. Já Archie confessou a Veronica que não teve nenhum namoro sério depois dela.

E a volta para Riverdale faz Veronica decidir ter parte nos negócios de família novamente, mas encontra um Hiram inflexível quanto a isso. Até negar ajudar a filha ele negou, quando ela veio pedir ajuda porque estava sendo seguida pelo marido super protetor. A morena estava planejando algo escondido do dito cujo, pois ia aceitar um trabalho de agente esportiva (?), vendeu uns ovos caros daquele e tentou até comprar um carro do Reggie. No fim rolou até um ultimato no marido. O maluco parece perigoso, então todo o cuidado com ele.

Outro que também não está nada bem é Jughead. O cara tá na pior, devendo a Deus e mundo, inclusive os cobradores vão atrás dele até em Riverdale. Com contas astronômicas, ele resolve pedir ajuda a Toni e acaba descobrindo que os serpentes odeiam ele por conta do que ele escreveu no livro. Forças cara.

Ele no fim acaba indo trabalhar no Pop’s, após a aposentadoria de Pop Tate, e terá como chefe a neta de Pop, Tabitha, que se faz de marrentinha, mas aposto que vai ter um trelele com o escritor.

No plot principal do episódio, temos mais uma vez Archie bancando o herói. Nós vimos a situação que está a cidade no episódio passado e nesse, Hiram Lodge quer acabar com a Riverdale High. Aí o ruivo se junta a Toni, Kevin e Alice para tentar salvar a escola e bater de frente com Hiram.

Inclusive, quem aprendeu a não ter medo do Lodge foi Toni, que está tendo cada vez mais destaque nessa temporada, uma surpresa muito boa. A Rainha dos Serpentes, além de dona de bar (inclusive deve ter uma história interessante em como Topaz comprou o empreendimento do Hiram), resolve se aventurar como orientadora do colégio, numa tentativa de salvar os jovens da perdição que se tornou Riverdale. E só por isso, Hiram vai fazer de tudo para tentar derruba-la, depois da moça ter negado o suborno velado.

Um adendo importante de se registrar é que Reggie mudou para o lado sombrio e agora trabalha para Hiram, sendo capanga das irregularidades que o prefeito comete. Quero muito saber quando isso aconteceu, espero que mostrem.

E aí que Archie quer agora a casa de volta e junta os serpentes, o xerife, Kevin e Betty para ir atrás dos Goolies, os novos inquilinos que estão destruindo o imóvel e usando de laboratório de drogas. Esse plot só serviu para preencher a cota de pancadaria e para mostrar que Poly, a irmã da Betty, está envolvida com eles.

Sim, Poly está de volta a Riverdale! A loira se mudou com os gêmeos para a casa da mãe, mas parece que não tá muito bem não. Betty encontrou ela chegando de madrugada, fingindo estar empregada e depois ainda teve essa história com os drogados. E o pior, Alice acoberta tudo e Deus sabe o porque.

E pausa para A cena do episódio: após expulsar os traficantes da casa, Archie e Betty vão fazer faxina. Ai do nada bate um clima e os dois terminam numa pegação louca e intensa no chuveiro. Eu fiquei chocada! E amei também, não posso negar. Quero só ver a reação dos outros quando souberem. E inclusive, Archie ficou bem mexido viu, aquele monte de mensagem e a cara de decepcionado quando Jughead aparece na porta da sua casa pedindo abrigo não negam.

Para finalizar a história da escola, a maneira que acharam de manter ela de portas abertas e com um quadro de professores era de transforma-la em uma escola particular. E aí surge Cheryl, a estranha (que agora cismou que é amaldiçoada) para salvar a pátria e financiar a escola, após um pedido de Toni. O plot ainda inclui uma versão dos quatro amigos como professores na escola, algo que era impensável de imaginar!

Na reta final do episódio, Jughead recebe uma ligação do agente e terá que escrever sobre Pop Tate e os problemas da cidade em um novo livro (ele não gostou da ideia, mas não entendi o porque, se foi ele mesmo que enviou a proposta); Hiram dissolve Riverdale, que deixa de existir como uma cidade e Poly aparece sendo perseguidos por um dos caminhões esquisitos do episódio passado e tudo indica que o crime que os quatro amigos irão desvendar é a morte dela.

Muitas informações e uma certeza: Riverdale voltou para os trilhos! Até o próximo episódio!

 

P.S: Duas informações jogadas no episódio que poderão ser trabalhadas mais na frente: Betty continua tendo pesadelos e ela e Kevin vasculhando as coisas de Charles e achando arquivos antigos. #Atenta