////////////////////// REVIEW DE 9-1-1 CONTEM SPOILER ////////////////////////////

Nosso episódio começa com um casamento indiano. Os noivos estão muitos nervosos pois ainda não se conhecem (práticas da cultura indiana). Uma rápida visão de ambos os lados mostra que eles esperam ser “a pessoa certa”. A cerimônia começa, cheia de cores, músicas e alegria. Parecia tudo tranquilo até que...

“Meu Deus, o chão! Ele desmoronou inteiro. Por favor venham rápido”.

Os bombeiros e os paramédicos chegam ao local, analisam os estragos, e as vítimas que podem aumentar ao ponto que eles forem vasculhando. O chão havia cedido e despencado dois andares. O noivo está muito desesperado pois não encontra a sua amada. Buck começa a procurar por mais sobreviventes ao longo dos escombros. Capitão Bobby encontra o corpo da noiva, que não estava se mexendo mas respirando. É um salvamento bastante difícil, mas ela sai com vida. Ao observar bem, o capitão, percebe algo de estranho na construção do terceiro andar então vai tirar satisfação com o proprietário do lugar. De forma extremamente agressiva, o capitão avança no homem pedindo respostas dele ter usado material ilegal para a construção de outro andar que antes era o teto.

Hen percebe que o capitão estava muito agressivo mas eles não da satisfação pelo que acabou de acontecer.

Seguimos para Hen e Athena, juntas, em um bar, conversando fora de seu ambiente de trabalho.  Os problemas atuais da policial são pautas da conversa, sua transferência após o mau ocorrido e May está de volta a sua casa. Hen também conta que Bobby tem uma barreira que impede de saberem mais sobre sua vida. Falando mais da sua vida, Hen conta que recebeu uma ligação da prisão de sua ex-mulher, Eva, e quer vê-la novamente. Athena não acha que seja uma boa ideia, isso pode irritar a esposa atual, mas mesmo assim a paramédica vai ao encontro.

Buck chega em casa, uma casa dividida com outras pessoas, e logo recebe a notícia que a mãe de Abby está desaparecida. A mesma está desesperada a procura da mulher. Buck resolve ligar para tentar ajudar e informa que está indo ao seu encontro para ajudar na procura. Ela já tem quase um plano totalmente arquitetado. Já conseguiu mapear por onde a mãe dela pode ter ido durante essas 9 horas que está desaparecida.

Buck e Abby estão juntos vasculhando a cidade a procura da senhora, mas são impedidos por uma chamada. Um caminhão bateu em um poste derrubando os fios dentro de uma piscina transferindo descarga elétrica para toda a água. Os dois fazem um bom trabalho em equipe para ajudar uma menina que estava presa no centro da piscina flutuando em uma boia. Após o acontecido, eles vão em direção ao hospital pois alguém com as mesmas características de sua mãe foi encontrada. Finalmente elas se reencontram.

Tudo agora estava tranquilo, Buck e Abby estão criando uma relação bastante interessante. Durante a despedida eles dão apenas um abraço mas parece que algo está ficando mais intenso.

Na prisão, Hen não parece muito contente mesmo tendo ido voluntariamente. A ex (EVA), ao contrário, parece feliz em ver a mulher e lhe informar que poderá sair da cadeia. (Antes disso tudo elas adotaram uma criança, Denny, que hoje é criado por Hen e sua atual esposa). E qual o real motivo de Hen ter sido chamada? Eva precisa de alguém que fale bem dela, para ter mais chances de sair da cadeia. O jogo emotivo, claramente, é usado para convencer a paramédica.

Em outro ponto, Bobby está novamente na igreja conversando com o padre. Ele achava que para liderar sua equipe precisava deixa-los longe de sua macabra vida ou problemas pessoais. E uma grande revelação deixa o padre surpreso, Bobby afirma que matou toda a sua família!

Finalmente vamos entender o que aconteceu com a família de Bobby. Somos levados a um flashback de 5 anos atrás. Bobby dentro de seu carro, enfrente ao seu prédio, toma algumas balas de menta para disfarçar o cheiro da bebida. Nesta mesma noite, ele resolve sair para dar “uma caminhada”, mesmo sua esposa pedindo para que ele fique. Ao entrar o elevador, algo de estranho acontece porque ele não para no térreo e sim no sexto andar, entra em um apartamento vazio, liga uma lamparina, e começa a beber. Bobby visivelmente é um alcoólatra. Naquela noite fria, ele e a esposa tem algumas discussões sobre as grandes recaídas do bombeiro, principalmente, para acabar com a dor. (Se lembra bem ele foi retirado do trabalho por alguns problemas). Após essa discussão, Bobby voltaria para o apartamento para passar a noite lá, mas como esqueceu a chave resolve ir para o topo do prédio. Até que ele ouve barulhos de sirenes vindo em direção a sua casa.

“Há fogo no prédio, há fumaça! A porta está quente não posso abrir. Estou no oitavo andar como faço para sair daqui?”

Um pequeno detalhe, o aquecedor deixado ligado no apartamento secreto de Bobby começa o incêndio. Ele acorda e entra no lugar para salvar sua família. O fogo estava consumindo todo o local, as pessoas desesperadas, e Bobby fazendo o impossível para chegar até seus filhos e esposa, mas é impedido pela equipe de bombeiros...

O prédio já estava danificado, velho, irrigadores não funcionavam, e isso colaborou com o acontecido. Depois disso, Bobby vivia de bebidas e remédios. 148 pessoas morreram naquele incêndio, e Bobby se sente culpado por tudo. O conselho que o padre da para o bombeiro é que se abra com seus amigos/companheiros de trabalho que tanto se importam com ele.

Hen leva sua esposa até o parque, e conta os problemas envolvendo sua ex, Eva, apesar delas discordarem da personalidade da mulher, parece que Hen está decidida.

No dia seguinte, Buck chega ao posto de bombeiros bastante feliz depois do que havia acontecido na noite anterior. Até que recebem mais uma chamada.

“Eu estou em um lava-jato na rua 3. O meu filho ficou preso. Manda alguém, ele está pendurado como um fantoche”.

O garoto estava agarrado nos lavadores de carro e girando sem parar e olhando as câmeras de segurança os bombeiros caem na risada. Aproveitando esses momentos 'felizes', Hen e Bobby tem uma conversa bastante importante. Chegou finalmente o momento dele se abrir com sua equipe e mostrar quem é o verdadeiro Capitão Bobby Nash.

Começamos sobrevoando a linda cidade de Los Angeles. Kate e seu namorado estão fazendo um passeio de avião, passando pela placa de Hollywood e outros lugares.  Até que o avião dá um balançado forte. E eles ficam bastante preocupados, Kate com muito mais medo. Mas ao ler o manual de instruções, para ajudar o namorado a estabilizar o avião, a mulher percebe que é um pedido de casamento. Contudo...

“A minha namorada desmaiou, acho que ela infartou! Eu sinto respiração mas o coração dela está acelerado. Eu estou pilotando um avião, sobrevoando Los Angeles”.

Abby está no comando da ligação, e como eles estão em um avião, ela precisa se informar do acontecido e dar os primeiros socorros. O homem conta que estava fingindo um problema no avião para surpreender a mulher com um pedido de casamento. Ele precisará fazer um pouso de emergência e encontrar os bombeiros na chegada. Eles retiram a mulher do avião e começam os primeiros socorros. No mesmo momento, Buck recebe uma ligação da Abby que já havia ligado para o médico dela e se informado sobre os medicamentos que a garota tomava. Kate retoma a consciência, aceita o pedido de casamento e termina com um belo tapa na cara do homem.

Na casa de Abby, as mulheres estão cozinhando e aproveitando o momento, a atendente informa que foi convidada (por Buck) para uma festa que haverá no corpo de bombeiros. E está festa foi preparada para o retorno de Chimney após seu terrível acidente de carro - e desde então ele não aparecia.

Chimney está muito feliz pelo retorno, e todos estão muito contentes. Neste mesmo momento, Abby chega e é apresentada por Buck ao corpo de bombeiros. Apesar de Abby estar em um lugar novo, praticamente é conhecida por muitos. Athena e Hen chegam para cumprimenta-la e perguntar onde Buck irá leva-la no dia dos namorados. Buck não gosta muito desta data, acha uma grande perca de dinheiro.

Agora somos levados a um casal jantando (aparentemente um jantar romântico), mas que é totalmente desconfortável. Ted e Melora estão passando por um término em pleno dia dos namorados. Ele revela que tem outra mulher e que está planejando dar o mesmo presente que acabara de presentear. A mulher mesmo transtornada continua insistindo mas...

“Está acontecendo alguma coisa na minha vizinha! Por favor não quero me meter, mande alguém lá”.

Athena é mandada para o caso, ao chegar lá entra na casa da mulher – que tem um olhar bastante perturbador – e tenta ver se há algo de estranho. A conversa das duas gira em torno de amores fracassados, mesmo sendo tudo muito suspeito, Athena deixa um cartão com a mulher caso precise de ajuda. Assim que a policial sai, Melora bebe um grande taça de vinho, pega uma faca e segue até um armário até onde seu ex-namorado está amarrado.

“Aconteceu uma batida na 710. Eu estou bem mas tem muito carros envolvidos aqui, e com certeza vou me atrasar para o baile”.

Athena chega na cena, 12 carros bateram e um desses carros é uma ambulância que carrega um órgão que será transplantado. Para acelerar a chegada do órgão Athena usa seu “poder” como policial e leva o homem com o órgão até o hospital. E ao som de “There Goes My Heart” – Nat King Cole, eles conseguem chegar até o hospital e completarem a missão! Logo em seguida Athena recebe mais uma chamada!

Melora novamente a chama... E nesta nova visita a mulher entrega uma caixa de bombons para a policial (por ela ter sido tão boa com ela). Um pequeno deslize, Melora derrama vinho na roupa de Athena que faz ela ir ao banheiro se limpar. E durante esses “pequenos” diálogos a policial suspeita ainda mais desta mulher perturbada. Vários remédios, sangue no ralo do chuveiro fazem Athena sacar a arma e investigar a casa até encontrar o ex namorado de Melora esquartejado e colado de volta.

Bobby prepara Buck para o encontro com Abby. Ele irá usar um terno bem elegante e ela um longo vestido preto muito bonito, apesar de estarem nervosos, o jantar parece uma boa ideia. O encontro de Abby e Buck parece correr tudo bem, com vinho, conversa agradável, sorrisos, troca de olhares... mas nada é perfeito!

“Preciso de paramédicos no Bistro Century City. Homem, adulto, 26 anos, vias aéreas obstruídas ele não respira a 30 segundos. Começarei a compressão!”

Ao comer um pequeno pedaço de pão, Buck se engasga e não consegue coloca-lo para fora. Abby começa as compressões mas nada dele retornar. Liga novamente para o 911 e pede para falar com Stephane para ajudá-la. Ela precisa fazer uma traqueotomia, pra isso vai cortar um pouco no pescoço e colocar uma caneta para facilitar a respiração. Após alguns segundos, Buck retorna e os paramédicos chegam.

No hospital, o Capitão chega para visitar Buck, enquanto Abby está ao seu lado.

“Eu não consigo me mexer. Eu acho que quebrei a minha coluna”.

Os bombeiros vão até o endereço para verificarem de onde vem a ligação. Tudo parece tranquilo, o único homem da casa não ligou para o 911, mas mesmo assim eles vão vasculhar a casa. No quintal eles encontram um home de cueca caído no jardim da casa. Ele está caído no chão após pular da janela. Ele era amante da mulher que tinha acabado de receber o marido em casa. Mas na verdade ele não era o amante, mas sim o próprio marido que era agora ex!

Na casa de Melora, Athena está amarrada em uma cadeira. Ela é uma mulher totalmente perturbada, que toma muitos remédios e continua falando que está bem. A garota pelo qual Ted trocou Melora também está na casa. A mulher a “sequestrou”, bateu em sua cabeça e a jogou no porão. A assassina não para de dizer que vai “consertar o Ted” afirmando que ele apenas precisa de um coração bom e por isso ela pegará o de Athena. BIZARRO NÉ?

Quando a mulher iria matar Athena, outra chega na porta batendo com muita força procurando Ted (mais uma que ele enganou), com a distração a policial aproveita para imobilizar Melora. No fim tudo termina bem.

Até o próximo sábado!