Série que continua a saga de Lyra (Dafne Keen) segue se desenvolvendo e já entrega algumas respostas para o público. Quando vimos o primeiro episódio fomos apresentados ao mundo mágico onde o programa irá traçar seu enredo, e mesmo com suas amarrações e intrigas, a série despertou o interesse do público a continuar acompanhando a saga inspirada nos livros de Philip Pullman.

Sabemos como é complicado entregar boas respostas em tão pouco tempo, até mais, temos aqui partes de 50 minutos onde um mundo cheio de possibilidades deve ser no mínimo convincente para os fãs da obra, seja filme ou dos livros Pullman. 

Lyra está criando novas amizades e sua nova amiga é a Sra. Coulter (Ruth Wilson). que cá pra nós, rouba a cena nesse episódio e mostra o quão grandiosa pode ser como vilã. A criança está fragilizada pelo sumiço de seu fiel amigo Roger (Lewin Lloyd), e exatamente por esse motivo fala sobre ele quase que durante todo episódio.

Como já era de se imaginar, Lyra, iludida, coitada... logo começa a enxergar o verdadeiro lado de Coulter. A começar por sua vestimenta que não combina com seu estilo e logo pelo jeito de se comportar da senhorita, que se mostra bem intimidador e bem falso.

Entre outras decepções, a criança descobre por causa da língua solta de sua "amiguíssima" Sr. Coulter, que Lord Asriel (James McAvoy), na verdade sempre foi seu pai. Não sei, mas acho que ela queria criar um pontinho de revolta na criança para com o seu tio, agora papai.

Porém, eu irei destacar que me incomodou um pouco a atuação da atriz nessa nessa parte. Faltou profundidade no personagem, e entender o que Keen queria transmitir ficou um tanto quanto confuso. Não sei você, mas eu me senti até um pouco constrangido, e acho que se ela não se encontrar nas próximas partes com sua personagem, esse pode ser um grande problema para HBO, até mais, estamos falando de uma protagonista criança que precisa de camadas para se desenvolver envolvendo o público.

O que vimos nos piloto de His Dark Materials se mostra muito mais grandioso que imaginávamos. E acredito que a narrativa está se desenvolvendo bem na complexidade de seus assuntos. Entre eles estão a forma como a interação dos daemon são com seus donos, que são afetados diretamente caso sejam machucados por exemplo. Outra parte interessante e que até me surpreendeu um pouco (não esperava ver tão cedo) é que teremos sim passagens entre mundos, e é destacado isso de forma bem plena, sem correria. 

Carlo Boreal (Ariyon Bakare) foi uma boa escolha para nos apresentar o novo mundo. Que por sinal, o mundo de Lyra nunca foi o nosso, e que diferente do que Lord Asriel pensava, não existe somente uma portal para transitar entre eles, mas outros espalhados em várias partes do globo. Como é explicado pelo representante Magisterium Boreal entre suas visitinhas ao que parece ser a nossa realidade (sem magica). Tem até smartphone da Samsumg, você viu?

Por falar nele... que mistérios guarda esse personagem? Fiquei com algumas/várias perguntas na cabeça sobre isso. A história está só começando e espero de verdade que tenhamos mais respostas sobre ele. Até mais, também foi um dos personagens intrigantes da narrativa dessa parte da série.

Entre todas as perguntas deixadas pelo segundo episódio. Tivemos o encontro de Roger com Billy Costa (Tyler Howitt), que foi sequestrado por uma organização que captura exclusivamente crianças, e é orquestrada pela Sra. Coulter. Há, Lyra sabe de tudo já... Além deles, outras crianças foram sequestradas e agora estão indo para uma "viajem", com a promessa de viver uma grande aventura. Mas sabemos que não é bem isso né? E estou curioso para ver como exclusivamente esse arco irá se desdobrar.

Lyra, depois de descobrir que sua agora "ex-amiguíssima" não é flor que se cheire, forje com seu daemon na tentativa de procurar seu amigo e também sumir de vez das garras da megera. Porém, vimos que isso irá complicar ainda mais as coisas ao fim do segundo episódio.

Fiquei satisfeito com o que foi mostrado e acho interessante a forma como a série continua na mesma pegada em manter o interesse do publico em continuar desvendando os mistérios de His Dark Materials, que deixa muitas promessas no ar. A começar pela própria Lyra que se meteu em uma enrascada. Vamos esperar a terceira parte para descobrir mais...

Logo voltaremos a falar sobre isso!